Teoria 2011 (Tinto)

teoriaEste vinho foi-me soprado por um amigo e a oportunidade surgiu quando passei por uma garrafeira em Coimbra. Na garrafeira voltaram-me a falar maravilhas, as quais posso dizer que se confirmaram.

Região: Douro

Castas: Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinta Roriz

Produtor: Rosa A. F. Araújo

Preço: Entre 3,5€ a 5€.

Álcool: 14%

Rótulo: Teoria é proveniente da mistura das castas Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinta Roriz, vinificadas em lugares, com posterior estágio em barricas de carvalho Americano.

Notas de prova: De cor rubi, no nariz apresenta um aroma vivo a frutos vermelhos e com notas de especiarias. Na boca nota-se os taninos elegantes e um corpo acetinado, sendo o final  muito agradável. Uma relação preço-qualidade excecional.

Acompanha bem: Pratos de carne vermelha grelhada e queijos curados. Servir a 16-18ºC.

Data de prova: 26.01.2013

Classificação Pessoal: 17

Categories: Vinhos Etiquetas:, , ,

Herdade da Gâmbia 2011 (Tinto)

gambiaComprei este vinho por curiosidade na sequencia de mais uma boa recomendação. Preço acessível, qualidade inegável.

Região: Península de Setúbal

Castas: Touriga Nacional, Syrah e Aragonez

Produtor: Sociedade Agrícola Boas Quintas

Preço: Entre 3€ a 5€.

Álcool: 14%

Rótulo: Em plena Reserva Natural do Estuário do Sado, a Herdade da Gâmbia aloja um dos mais importantes santuários de aves migratórias. As suas vinhas exploradas num rigoroso equilíbrio ambiental inserem-se numa paisagem de rara beleza.

Notas de prova: De cor rubi, no nariz apresenta um aroma vivo a frutos vermelhos. Na boca é equilibrado e muito apelativo, sendo o final  longo e persistente. Um vinho jovem, muito agradável e de consumo imediato.

Acompanha bem: Pratos de carne vermelha grelhada. Servir a 16-18ºC.

Data de prova: 15.01.2013

Classificação Pessoal: 16

Categories: Vinhos Etiquetas:, ,

Bétula 2011 (Branco)

betula 2011Este Bétula esta cada vez melhor e melhor. Um vinho de alto perfil, num preço convidativo. Este de 2011 é o melhor até ao momento.

Região: Douro

Castas: Viognier e Sauvignon Blanc

Produtor: Quinta do Torgal

Preço: 12 – 15€

Álcool: 13%

Rótulo: Produzido no lugar do Torgal, no coração da freguesia de Barrô e na margem esquerda do rio Douro, o Bétula Branco é feito a partir das castas Viogner (50%) fermentando em barricas de carvalho francês e Sauvignon (50%) fermentado em inox a baixa temperatura. A vinificação foi efetuada na 1ª semana de Setembro.

Notas de prova: Cor citrina limpida, no nariz é elegante com aromas a frutas tropicais e notas minerais, na boca é  intenso, com mais notas minerais e boa acidez. Final longo e fresco.

Acompanha bem: Entradas, pratos de peixes gordos e carnes brancas. Servir a 12ºC.

Data de prova: 20.10.2012

Classificação Pessoal: 17

Uma palavra de agradecimento à Catarina Montenegro Santos da Quinta do Torgal pelo interesse demonstrado em divulgar os seus vinhos no Blog Sabores e Paladares.

Categories: Vinhos Etiquetas:, ,

Bolo simples de Courgete

Hoje experimentei fazer este bolo verdinho de courgete e eis o que saiu:

Bolo Courgete

E garanto que está fofo, doce e muito saboroso…

Bolo de courgete

Ingredientes:
1 Courgete grande
2 Chávenas farinha trigo fina
1 e 1/2 Chávenas açúcar
4 Ovos
2 Colheres chá fermento em pó

Preparação:
Ligar o forno a 180º para ir aquecendo.
Separar as gemas das claras dos 4 ovos, depois bater as claras em castelo.
Juntar as gemas ao açúcar e misturar bem.
Passar a courgete pelo liquidificador e juntar à mistura do ovo e açúcar, mexer bem.
Juntar aos poucos a farinha e o fermento à mistura, mexer muito bem.
Por fim, misturar as claras em castelo à mistura, mexer devagar e levar ao forno numa forma previamente untada com margarina.
Cozer até ficar ao vosso gosto e não comam antes de arrefecer ;)

São servidos?

Categories: Bolos, Culinária Etiquetas:,

Pão doce de Alfarroba

Resolvi variar um pouco num pão para criar umas sandes frias com queijo fresco, então optei por uma farinha de alfarroba, doce e achocolatada por natureza, e eis o saborosos resultado:

Alfa1

Pao de Alfarroba

Alfa2

Pao de Alfarroba

Quanto à receita, eis os ingredientes:

  • 375g Farinha Trigo
  • 125g Farinha Alfarroba
  • 3 colhs sopa Leite em pó
  • 1/2 colhs sopa sal
  • 3 colhs sopa açucar amarelo
  • 1 pacotinho fermento pó
  • 50g margarina derretida
  • 1 ovo
  • água morna (+ o ovo = 320ml)

Preparação:
Começa-se pelos ingredientes líquidos para entrarem primeiro na cuba da MFP: derrete-se a margarina e vai logo para a cuba, depois coloca-se o ovo no copo das medidas e enche-se o resto com água morna até perfazer a medida. Esta medida não tem de ser rigorosa, no amassar convém verificar se é necessário adicionar um pouco mais de água.
Noutro recipiente é juntar as farinhas e o resto dos ingredientes e juntar tudo aos líquidos na cuba e escolher o programa de pão básico. Não se empolguem com o cheiro a chocolate no amassar, é mesmo a alfarroba…

Sugiro devorar o pão com queijinho fresco guarnecido com sal e pimenta, alface, presunto, etc….

Servidos??

Categories: Farinhas, Pão Etiquetas:, ,

Visita à “Bodega Tio Pepe”

Numa recente visita ao sul de Espanha aproveitei para visitar a adega do Tio Pepe e provar alguns vinhos de suas garrafeiras. Deixo-vos aqui algumas fotos dos excelentes momentos por que lá passei.

Velho camião, agora agente publicitário:
Tio Pepe - velho camião

 

Mapa vinícula de Jerez de la Frontera:
Tio Pepe - Mapa das vinhas

 

Pipa:
Tio Pepe

 

Belas sombras presentes entre as numerosas adegas:
Tio Pepe - Sombra

 

Gozalez Byass:
Tio Pepe - Gonzalez Byass

 

Pipas da família real:
Tio Pepe - Pipas do Rei

 

Pipa assinada pelo Steve Spielberg, são incontáveis as pipas assinadas por celebridades:
Tio Pepe - Steven Spielberg

 

A pipa mais colorida da adega, a assinada por Picasso:
Tio Pepe - Picasso

 

Saudoso Ayrton Senna, o melhor piloto de F1 de todos os tempos:
Tio Pepe - Ayrton Senna

Categories: Vinhos Etiquetas:

Monte das Servas Escolha 2010 (Branco)

A Herdade das Servas tem estado em grande com os seus vinhos, tendo há cerca de 2 semanas no concurso mundial de Bruxelas  2012, ganho 2 medalhas de ouro com os vinhos “Herdade das Servas Touriga Nacional 2008″ e “Monte das Servas Colheita Seleccionada Tinto 2009″. Este vinho aqui trago, não é medalha de ouro, mas sem dúvida é um digno representante dos vinhos da Herdade.

Região: Alentejo

Castas: Roupeiro, Antão Vaz, Verdelho e Arinto

Produtor: Herdade das Servas

Preço: 4,5 – 7€

Álcool: 14%

Rótulo: Criado em propriedade particular, Herdade das Servas em Estremoz, este vinho produzido com base nas castas Roupeiro, Verdelho, Antão Vaz e Arinto, com base nas melhores técnicas de vinificação.

Notas de prova: Cor citrina, no nariz é elegante com aromas a  frutos tropicais, na boca é fresco, frutado e com uma agradável acidez. Final fresco e persistente.

Acompanha bem: Saladas e peixes grelhados. Servir a 12-14ºC.

Data de prova: 28.04.2012

Classificação Pessoal: 16

Categories: Vinhos Etiquetas:, ,
Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.