Arquivo

Arquivo por Autor

Bolo simples de Courgete

Hoje experimentei fazer este bolo verdinho de courgete e eis o que saiu:

Bolo Courgete

E garanto que está fofo, doce e muito saboroso…

Bolo de courgete

Ingredientes:
1 Courgete grande
2 Chávenas farinha trigo fina
1 e 1/2 Chávenas açúcar
4 Ovos
2 Colheres chá fermento em pó

Preparação:
Ligar o forno a 180º para ir aquecendo.
Separar as gemas das claras dos 4 ovos, depois bater as claras em castelo.
Juntar as gemas ao açúcar e misturar bem.
Passar a courgete pelo liquidificador e juntar à mistura do ovo e açúcar, mexer bem.
Juntar aos poucos a farinha e o fermento à mistura, mexer muito bem.
Por fim, misturar as claras em castelo à mistura, mexer devagar e levar ao forno numa forma previamente untada com margarina.
Cozer até ficar ao vosso gosto e não comam antes de arrefecer 😉

São servidos?

Categorias:Bolos, Culinária Etiquetas:,

Pão doce de Alfarroba

Resolvi variar um pouco num pão para criar umas sandes frias com queijo fresco, então optei por uma farinha de alfarroba, doce e achocolatada por natureza, e eis o saborosos resultado:

Alfa1

Pao de Alfarroba

Alfa2

Pao de Alfarroba

Quanto à receita, eis os ingredientes:

  • 375g Farinha Trigo
  • 125g Farinha Alfarroba
  • 3 colhs sopa Leite em pó
  • 1/2 colhs sopa sal
  • 3 colhs sopa açucar amarelo
  • 1 pacotinho fermento pó
  • 50g margarina derretida
  • 1 ovo
  • água morna (+ o ovo = 320ml)

Preparação:
Começa-se pelos ingredientes líquidos para entrarem primeiro na cuba da MFP: derrete-se a margarina e vai logo para a cuba, depois coloca-se o ovo no copo das medidas e enche-se o resto com água morna até perfazer a medida. Esta medida não tem de ser rigorosa, no amassar convém verificar se é necessário adicionar um pouco mais de água.
Noutro recipiente é juntar as farinhas e o resto dos ingredientes e juntar tudo aos líquidos na cuba e escolher o programa de pão básico. Não se empolguem com o cheiro a chocolate no amassar, é mesmo a alfarroba…

Sugiro devorar o pão com queijinho fresco guarnecido com sal e pimenta, alface, presunto, etc….

Servidos??

Categorias:Farinhas, Pão Etiquetas:, ,

Visita à “Bodega Tio Pepe”

Numa recente visita ao sul de Espanha aproveitei para visitar a adega do Tio Pepe e provar alguns vinhos de suas garrafeiras. Deixo-vos aqui algumas fotos dos excelentes momentos por que lá passei.

Velho camião, agora agente publicitário:
Tio Pepe - velho camião

 

Mapa vinícula de Jerez de la Frontera:
Tio Pepe - Mapa das vinhas

 

Pipa:
Tio Pepe

 

Belas sombras presentes entre as numerosas adegas:
Tio Pepe - Sombra

 

Gozalez Byass:
Tio Pepe - Gonzalez Byass

 

Pipas da família real:
Tio Pepe - Pipas do Rei

 

Pipa assinada pelo Steve Spielberg, são incontáveis as pipas assinadas por celebridades:
Tio Pepe - Steven Spielberg

 

A pipa mais colorida da adega, a assinada por Picasso:
Tio Pepe - Picasso

 

Saudoso Ayrton Senna, o melhor piloto de F1 de todos os tempos:
Tio Pepe - Ayrton Senna

Categorias:Vinhos Etiquetas:

Focaccia com Alecrim

Um belo e saboroso pão à italiana, ótimo para molhar em azeite e levar à boca para ser deliciado.

Focaccia

Passemos então à ação…

Ingredientes:
240 ml água morna
2 colheres sopa azeite
um pouco sal a gosto
1 colher sopa alecrim picado (fresco é melhor)
1 colher chá alho em pó
3 xícaras farinha trigo
fermento seco (7-10g)

Preparação:
Colque os líquidos na cuba da mfp, seguidos pelos outros ingredientes. Escolha o programa amassar e inicie o dito programa.
Quando acabar, retire a massa e coloque-a sobre papel vegetal num tabuleiro de ir ao forno. Estique a massa no tabuleiro, pincele-a com 2 colheres de azeite e polvilhe-a com mais alecrim. Deixe-a repousar uma boa meia hora ou coloque-a no forno a apenas 50º durante 20 minutos. Suba a temperatura do forno para 200º e após 20-25 minutos é retirar a Focaccia para um tabuleiro onde possa arrefecer. Não a deixe tão tostadinha como esta nas fotos, a não ser que goste assim.

Focaccia 2

Coloque um pequeno pires com azeite do bom, e use pequenos pedaços da Focaccia para nele demolhar….

Categorias:Culinária, Pão Etiquetas:,

Hoje em casa houve Pretzels…

Houve porque já não há! Simplesmente deliciosas, as famosas Pretzel alemãs:

IMG 1464

Eis a receita (as xícaras são de chá mas pode usar uma medida à escolha)

Ingredientes:
3 xícaras farinha de trigo
1/2 xícara água morna
1/2 xícara leite morno
20g fermento seco
1 pitada de sal
3 colheres (sopa) açúcar
1 ovo
1/2 xícara margarina sem sal
Sal grosso

Preparação:
Colocar os líquidos e o ovo batido na cuba da máquina e depois os ingredientes sólidos com excepção do sal grosso que será para a cobertura.
Escolher o programa de “Amassar” e depois do programa concluído, dividir a massa em pequenos pedaços de modo a moldá-los como na foto acima. Após moldados, deixar a massa repousar uma hora. Ligar o forno a 220º, salpicar com o sal grosso os pretzel moldados e colocá-los a cozer durante 15 – 20 minutos. Retirá-los e deixá-los arrefecer uns minutos.
Deliciem-se…

Categorias:Pão

Restaurante Origami Sushiarena

Muitos portugueses já não passam sem um bom prato japonês, quanto aos outros … não sabem o que perdem! A multiplicação de restaurantes de cozinha nipónica tem aumentado a olhos vistos pela capital, alguns são de fusão com a cozinha lusa ou com a cozinha alentejana, com o objetivo de chamar novos clientes a estas iguarias e para mostrarem novos pratos que misturam os sabores de cozinhas tão diferentes. É o caso deste restaurante de nome Origami Sushiarena que tem as portas abertas no Campo Pequeno.

Durante o período do almoço, o serviço é de buffet ou não fosse toda esta zona um local de escritórios e os consumidores com horários mais restritos para o seu almoço, enquanto que à noite servem jantares de degustação pois a clientela tem mais tempo para degustar a excelente comida proporcionada.

Tive o prazer de o experimentar na hora do buffet e o preço é fixo: €15 mais a bebida. O espaço é bastante agradável mas aconselho a irem para o 1º andar pois é lá que se encontram todas aquelas centenas de iguarias para degustarmos, tornando-se difícil escolher quais os melhores petiscos. Tenho de confessar que alguns Sushis e Sashimis que provei foram dos melhores que comi em toda a minha vida, nem nunca tinha provado atum tão saboroso como o fiz no Origami! Há imensas entradas, inúmeros pratos de Sushi, Sashimi, Temaki, etc, e incontáveis sobremesas! …Ou quase.

Um senão: quem esteja de dieta, se calhar não é boa ideia passar por este restaurante pois é bem capaz de sair para a praça do Campo Pequeno arrependido de tanto comer…

Definitivamente um restaurante a visitar e a regressar!

Preço médio: €16 (almoço)
Atendimento: Prestável e simpático
Estilo: Moderno, ligeiramente oriental
Pratos: Japoneses e fusão luso-nipónica
Classificação pessoal: 8/10

Categorias:Restaurantes Etiquetas:,

Restaurante OutroRio, Jardim do Tabaco, Lx

Quase dois anos depois de ter saboreado um excelente jantar no Xico’s Rio, o regresso aconteceu. Surpresa inicial foi a mudança de nome devido a alterações de gerência, agora denomina-se Restaurante OutroRio, ocupando o mesmo espaço, mesma decoração, a mesma simpatia, mas com outros pratos, outras tapas… Segunda surpresa foi a recepção feita com uma taça de sangria de frutos vermelhos, uma frialdade saborosa e com capacidade de elevar o apetite.

Sangria

A sangria foi de imediato acompanhada com vários tipos de pão ainda quentes: de sementes, mistura, de milho, centeio ou apenas trigo, alguns deles feitos ali mesmo, com o usual azeite e vinagre balsâmico para molhar.

Optámos por Risotto de cogumelos e uns pratos de entradas para irmos degustando com calma. O risotto não era nada de especial, muito menos a quantidade, pensei até que fosse outra entrada tal a quantidade minúscula que colocaram no enorme prato. Quanto às entradas, eis a Bruschetta de queijo de cabra, muito saborosa:

Bruschetta

…a trouxa de Alheira:

trouxa Alheira

Ainda degustámos uns peixinhos da horta acompanhados com doce de maçã, maionese e um outro molho à base de tomate. Tudo acompanhado com um vinho da Estremadura, escolha sugerida pela casa já que a oferta é variada em quantidade e qualidade. De salientar que podemos escolher garrafas ou apenas copos de vinho…

As sobremesas são variadas, todas cheias de arranjos florais como manda a alta “cuisine”. Eis o Brulée de Chocolate Branco:

Brulée de Chocolate

…Folhado de Manga e Côco:

Folhado Manga e Côco

…e o Toucinho do Céu mais parecendo uma miniatura duma Madalena:

Toucinho do Céu

Tal como aconteceu com a anterior gerência, a simpatia e a rápida disponibilidade dos empregados foi exemplar. Mas no geral achei que tanto as entradas como os pratos principais tal como as sobremesas, eram doses pequenas demais. Acho que se calhar deveríamos ter na mesa além da colher, do garfo, da faca, também uma lupa para encontrarmos a comida. É isso que me deixa saudoso do Xico’s Rio e me fará não regressar, pelo menos enquanto esta gerência se mantiver.

Preço médio: €20
Atendimento: Atenciosos e simpáticos
Estilo: Moderno mas sóbrio
Pratos: Portugueses, gourmet
Classificação pessoal: 5/10

Categorias:Restaurantes Etiquetas: