Bétula 2010 (Branco)

Nova edição do Bétula, que vem mostrar que o caminho tem estado a ser bem trilhado. Este vinho da Quinta do Torgal continua a evidenciar toda a elegância e frescura da edição de 2009.

Região: Douro

Castas: Viognier e Sauvignon Blanc

Produtor: Quinta do Torgal

Preço: 12 – 15€

Álcool: 12,5%

Rótulo: Produzido no lugar do Torgal, no coração da freguesia de Barrô e na margem esquerda do rio Douro, o Bétula Branco é feito a partir das castas Viogner (50%) fermentando em barricas de carvalho francês e Sauvignon (50%) fermentado em inox a baixa temperatura. A vinificação foi efetuada na 3ª semana de Setembro.

Notas de prova: Cor citrina, no nariz é elegante com aromas a vegetais e notas minerais, na boca é  intenso, com mais notas minerais e boa acidez. Final longo. Mais uma vez que se comprova que este vinho e esta combinação de castas é uma aposta ganha.

Acompanha bem: Entradas, pratos de peixes gordos e carnes brancas. Servir a 12ºC.

Data de prova: 18.02.2012

Classificação Pessoal: 15.5

Uma palavra de agradecimento à Catarina Montenegro Santos da Quinta do Torgal pelo interesse demonstrado em divulgar os seus vinhos no Blog Sabores e Paladares.

Categorias:Vinhos Etiquetas:, ,

Esporão Reserva 2008 (Tinto)

Este foi um dos vinhos da passagem de ano, tornando a noite ainda melhor.

Região: Alentejo DOC

Castas: Aragonês,Trincadeira, Cabernet Sauvignon, Alicante Bouschet

Produtor: Herdade do Esporão

Preço: 12 – 15 €

Álcool: 14,5%

Rótulo: A partir das castas Aragonês,Trincadeira e Cabernet Sauvignon e após um estágio  de 12 meses em barricas de carvalho, nasceu um vinho DOC que se define como um clássico do Alentejo.

Notas de prova: De cor rubi profundo, no nariz apresenta aroma a frutos vermelhos e algumas notas de compota e chocolate. Na boca é intenso, complexo e muito equilibrado, final longo e persistente . Um vinho muito agradável e a voltar a degustar. É um vinho delicioso.

Acompanha bem: Arroz de polvo, arroz de pato, presunto. Servir a 16-18ºC.

Data de prova: 31.12.2011

Classificação Pessoal: 17,5

Categorias:Vinhos Etiquetas:, ,

Alorna Abafado 5 anos

Já andava para provar/comprar este vinho há algum tempo, a oportunidade surgiu numa feira de vinhos no final do ano passado, tendo então adquirido esta garrafa. Não em desiludiu: uma delicia!

Região: Tejo

Castas: Fernão Pires

Produtor: Quinta da Alorna

Preço: 4 – 7 €

Álcool: 17,5%

Rótulo: Produzido a partir da castas brancas regionais pelo método tradicional de abafar o mosto com aguardente, seguindo-se um estágio de 5 anos em madeira.

Notas de prova:Aroma intenso a frutos secos, passas, sobressaindo a amêndoa, muito rico. Na boca é uma delicia, doce e fresco, bem equilibrado, com um final persistente com notas a passas.

Acompanha bem: Servir como aperitivo ou no acompanhamento de sobremesas. Servir a 10-12ºC.

Data de prova: 05.11.2011

Classificação Pessoal: 16,5

Categorias:Vinhos Etiquetas:,

Encontro com o Vinhos e Sabores 2011

Tem estado a ocorrer, neste fim de semana, o Encontro com o Vinhos e Sabores 2011 no Centro de Congressos de Lisboa, sendo amanha o ultimo dia, se bem que apenas para profissionais. O espaço é muito bem escolhido, amplo, com boa luz, bem organizado, com vários pontos de lavagem de copos e cuspideiras  em quase todos os pontos.

Relativamente ao ano passado, não se viu grande evolução ou algo que sobressaísse, nem tão pouco grandes novidades, no entanto continua a ser o evento por excelência na divulgação do vinho.

Apesar de não ter estado muito tempo neste evento, foi possível constatar a simpatia e a paixão dos produtores e seus representantes na divulgaçã0 dos seus produtos e na explicação de cada pormenor associado à sua produção. Alguns desses momentos foram passados no expositor da Tapada  de Chaves, no da Herdade dos Coteis,no expositor do João Barbosa e Filhos, no expositor da Murganheira, na Adega de Borba e no expositor do João Mota Capitão de volta do seu vinho Cavalo Maluco, mas também em vários outros expositores, pelo que não me é possível nomear todos.

Saí quando o número de pessoas já não permitia uma boa circulação, nem estar a provar com calma os vinhos, mas ainda deu para tirar algumas fotografias, que aqui partilho.

Categorias:Vinhos Etiquetas:,

Vinhos do Alentejo em Lisboa 2011

Nos dias 30 de Setembro e 1 de Outubro, esteve mais uma vez presente no CCB o “Vinhos do Alentejo em Lisboa” com mais de 5o produtores e cerca de 3 centenas de vinhos. Um espaço amplo, boa circulação de ar e vinhos a temperaturas correctas. O espaço, porém, podia ser maior, pois embora no período que estivemos no evento (logo a seguir ao almoço) se pudesse circular bem e esclarecer dúvidas com os produtores, ficou claro passado pouco tempo que com o número de pessoas a chegar, o local era pequeno demais para o interesse demonstrado pelo publico.

De qualquer forma, foi um excelente evento de promoção dos vinhos do Alentejo, no qual ficou demonstrada a qualidade e a variedade dos vinhos alentejanos.

Deixo algumas fotografias do evento, assim como 5 ou 6 vinhos que apreciámos.

Para o ano há mais!

 

 

 

Categorias:Vinhos Etiquetas:

Restaurante Origami Sushiarena

Muitos portugueses já não passam sem um bom prato japonês, quanto aos outros … não sabem o que perdem! A multiplicação de restaurantes de cozinha nipónica tem aumentado a olhos vistos pela capital, alguns são de fusão com a cozinha lusa ou com a cozinha alentejana, com o objetivo de chamar novos clientes a estas iguarias e para mostrarem novos pratos que misturam os sabores de cozinhas tão diferentes. É o caso deste restaurante de nome Origami Sushiarena que tem as portas abertas no Campo Pequeno.

Durante o período do almoço, o serviço é de buffet ou não fosse toda esta zona um local de escritórios e os consumidores com horários mais restritos para o seu almoço, enquanto que à noite servem jantares de degustação pois a clientela tem mais tempo para degustar a excelente comida proporcionada.

Tive o prazer de o experimentar na hora do buffet e o preço é fixo: €15 mais a bebida. O espaço é bastante agradável mas aconselho a irem para o 1º andar pois é lá que se encontram todas aquelas centenas de iguarias para degustarmos, tornando-se difícil escolher quais os melhores petiscos. Tenho de confessar que alguns Sushis e Sashimis que provei foram dos melhores que comi em toda a minha vida, nem nunca tinha provado atum tão saboroso como o fiz no Origami! Há imensas entradas, inúmeros pratos de Sushi, Sashimi, Temaki, etc, e incontáveis sobremesas! …Ou quase.

Um senão: quem esteja de dieta, se calhar não é boa ideia passar por este restaurante pois é bem capaz de sair para a praça do Campo Pequeno arrependido de tanto comer…

Definitivamente um restaurante a visitar e a regressar!

Preço médio: €16 (almoço)
Atendimento: Prestável e simpático
Estilo: Moderno, ligeiramente oriental
Pratos: Japoneses e fusão luso-nipónica
Classificação pessoal: 8/10

Categorias:Restaurantes Etiquetas:,

Encontro com o Vinhos e Sabores 2011

08/10/2011 1 comentário

É já no dia 28 que tem inicio mais uma edição do Encontro com o Vinho e Sabores.  O local é o do costume, no Centro de Congressos de Lisboa na Junqueira.

Esta edição, como as anteriores terá:

• Provas de Vinhos e Sabores

• Provas Especiais

• Demonstrações Culinárias

• Concurso “A Escolha da Imprensa”

• Loja de Vinhos

• Acessórios

Horários:
28 de Outubro 2011 (6ª feira) – 18:00 / 22:00
29 e 30 de Outubro 2011 (Sábado e Domingo) – 14:00 / 20:00
31 de Outubro 2011 (2ª feira) – dia exclusivo para Profissionais – 11:00 / 18:00

Mais detalhes na página da Revista dos Vinhos, aqui e aqui.

 

Categorias:Vinhos Etiquetas:,

Ubuntu 2008 (Tinto)

Numa iniciativa alusiva ao mundial de 2010 na África do Sul, a Niepoort, decidiu lançar em 2010 esta edição limitada do vinho Ubuntu. De realçar, além das virtudes do vinho, a originalidade do rótulo, o qual foi produzido por um cartoonista local.

Região: Douro DOC

Castas: Touriga Franca, Touriga Nacional, Tinta Roriz, Tinta Amarela e Tinto Cão

Produtor: Niepoort Vinhos

Preço: 4 – 7€

Álcool: 13%

Rótulo: N/A

Notas de prova: De cor rubi, no nariz apresenta aroma a frutos vermelhos e algumas notas de especiarias. Na boca é equilibrado é ligeiramente frutado, sendo o final relativamente prolongado e muito agradável.

Acompanha bem: Carnes de aves ou pratos de massas. Servir a 16-18ºC.

Data de prova: 25.09.2011

Classificação Pessoal: 15

Categorias:Vinhos Etiquetas:, , ,

Restaurante OutroRio, Jardim do Tabaco, Lx

Quase dois anos depois de ter saboreado um excelente jantar no Xico’s Rio, o regresso aconteceu. Surpresa inicial foi a mudança de nome devido a alterações de gerência, agora denomina-se Restaurante OutroRio, ocupando o mesmo espaço, mesma decoração, a mesma simpatia, mas com outros pratos, outras tapas… Segunda surpresa foi a recepção feita com uma taça de sangria de frutos vermelhos, uma frialdade saborosa e com capacidade de elevar o apetite.

Sangria

A sangria foi de imediato acompanhada com vários tipos de pão ainda quentes: de sementes, mistura, de milho, centeio ou apenas trigo, alguns deles feitos ali mesmo, com o usual azeite e vinagre balsâmico para molhar.

Optámos por Risotto de cogumelos e uns pratos de entradas para irmos degustando com calma. O risotto não era nada de especial, muito menos a quantidade, pensei até que fosse outra entrada tal a quantidade minúscula que colocaram no enorme prato. Quanto às entradas, eis a Bruschetta de queijo de cabra, muito saborosa:

Bruschetta

…a trouxa de Alheira:

trouxa Alheira

Ainda degustámos uns peixinhos da horta acompanhados com doce de maçã, maionese e um outro molho à base de tomate. Tudo acompanhado com um vinho da Estremadura, escolha sugerida pela casa já que a oferta é variada em quantidade e qualidade. De salientar que podemos escolher garrafas ou apenas copos de vinho…

As sobremesas são variadas, todas cheias de arranjos florais como manda a alta “cuisine”. Eis o Brulée de Chocolate Branco:

Brulée de Chocolate

…Folhado de Manga e Côco:

Folhado Manga e Côco

…e o Toucinho do Céu mais parecendo uma miniatura duma Madalena:

Toucinho do Céu

Tal como aconteceu com a anterior gerência, a simpatia e a rápida disponibilidade dos empregados foi exemplar. Mas no geral achei que tanto as entradas como os pratos principais tal como as sobremesas, eram doses pequenas demais. Acho que se calhar deveríamos ter na mesa além da colher, do garfo, da faca, também uma lupa para encontrarmos a comida. É isso que me deixa saudoso do Xico’s Rio e me fará não regressar, pelo menos enquanto esta gerência se mantiver.

Preço médio: €20
Atendimento: Atenciosos e simpáticos
Estilo: Moderno mas sóbrio
Pratos: Portugueses, gourmet
Classificação pessoal: 5/10

Categorias:Restaurantes Etiquetas:

Darwin’s Café, Belém

Procurando por um restaurante à beira Tejo, eu e o resto da família resolvemos experimentar o Darwin’s Café. Enviámos um email a pedir a reserva um dia antes e como não houve resposta, tentou-se o(s) telefone(s) mas encaminhavam sempre para o email, teria de ser por esse meio a marcação da reserva. Ok, assim foi.

Hoje e ainda sem a confirmação, lá estávamos e pudémos constatar a bela e cuidada decoração:

Recepção

Mesa

Quanto à reserva, fomos informados através duma desculpa esfarrapada que tem havido uns “problemas” no computador, evitando dizer, portanto, que foram incompetentes e se esqueceram de marcar o pedido tal como também se esqueceram do mais elementar, responder ao email.
Paciência, restaurantes não faltam, incompetentes dispenso…

Preços: €20-€25
Atendimento: Nem mentir sabem…
Estilo: Internacional
Pratos: —————-
Classificação pessoal: 1/10 (apenas pela decoração)

Categorias:Restaurantes Etiquetas: