Arquivo

Posts Tagged ‘Receita de MFP’

Pão doce de Alfarroba

Resolvi variar um pouco num pão para criar umas sandes frias com queijo fresco, então optei por uma farinha de alfarroba, doce e achocolatada por natureza, e eis o saborosos resultado:

Alfa1

Pao de Alfarroba

Alfa2

Pao de Alfarroba

Quanto à receita, eis os ingredientes:

  • 375g Farinha Trigo
  • 125g Farinha Alfarroba
  • 3 colhs sopa Leite em pó
  • 1/2 colhs sopa sal
  • 3 colhs sopa açucar amarelo
  • 1 pacotinho fermento pó
  • 50g margarina derretida
  • 1 ovo
  • água morna (+ o ovo = 320ml)

Preparação:
Começa-se pelos ingredientes líquidos para entrarem primeiro na cuba da MFP: derrete-se a margarina e vai logo para a cuba, depois coloca-se o ovo no copo das medidas e enche-se o resto com água morna até perfazer a medida. Esta medida não tem de ser rigorosa, no amassar convém verificar se é necessário adicionar um pouco mais de água.
Noutro recipiente é juntar as farinhas e o resto dos ingredientes e juntar tudo aos líquidos na cuba e escolher o programa de pão básico. Não se empolguem com o cheiro a chocolate no amassar, é mesmo a alfarroba…

Sugiro devorar o pão com queijinho fresco guarnecido com sal e pimenta, alface, presunto, etc….

Servidos??

Categorias:Farinhas, Pão Etiquetas:, ,

Focaccia com Alecrim

Um belo e saboroso pão à italiana, ótimo para molhar em azeite e levar à boca para ser deliciado.

Focaccia

Passemos então à ação…

Ingredientes:
240 ml água morna
2 colheres sopa azeite
um pouco sal a gosto
1 colher sopa alecrim picado (fresco é melhor)
1 colher chá alho em pó
3 xícaras farinha trigo
fermento seco (7-10g)

Preparação:
Colque os líquidos na cuba da mfp, seguidos pelos outros ingredientes. Escolha o programa amassar e inicie o dito programa.
Quando acabar, retire a massa e coloque-a sobre papel vegetal num tabuleiro de ir ao forno. Estique a massa no tabuleiro, pincele-a com 2 colheres de azeite e polvilhe-a com mais alecrim. Deixe-a repousar uma boa meia hora ou coloque-a no forno a apenas 50º durante 20 minutos. Suba a temperatura do forno para 200º e após 20-25 minutos é retirar a Focaccia para um tabuleiro onde possa arrefecer. Não a deixe tão tostadinha como esta nas fotos, a não ser que goste assim.

Focaccia 2

Coloque um pequeno pires com azeite do bom, e use pequenos pedaços da Focaccia para nele demolhar….

Categorias:Culinária, Pão Etiquetas:,

Pão de Laranja

Este pão tem sido um ver se te avias cá por casa, parece um pão de brioche, doce quanto baste, fofinho e perfumado a laranja. A receita original vem incluída na minha MFP, a Taurus Mybread, mas claro que a alterei e optimizei. Este é o resultado visual à saída da MFP, ainda a fumegar:

Pão Laranja 1

Ingredientes:
300 ml sumo de laranja e respectiva polpa
2 colheres sopa vinho do porto
1/2 colher sopa sal
50 g manteiga (ou margarina mas não é tão bom…)
Raspas das laranjas
4 colheres sopa leite em pó
4 colheres sopa açúcar amarelo (gosto do pão docinho 🙂 )
420 g farinha trigo
80 g farinha de arroz (melhora o resultado final 😉 )
2 colheres café fermento seco

Preparação:
Como de costume, líquidos primeiro, sólidos depois. Reserve as raspas para juntar ao preparado quando a MFP apitar. Programa básico, tostar médio.

Pão Laranja 2

Não é lindo?? 🙂

Pão Laranja 3

Servidos?

Categorias:Pão Etiquetas:,

Pães de Deus

A Nacional lançou mais uma farinha, a farinha preparada para Pão de Brioche, e após alguma hesitação lá resolvi levar uma embalagem para experimentar. Já tinha referido noutro artigo neste blogue que não tinha tido boa impressão com a qualidade e muito menos com o preço, do preparado para pão de brioche da Branca de Neve, de modo que levei esta embalagem com um pé atrás.

Já em casa é que reparei nas receitas que vem na traseira da embalagem e resolvi optar por experimentar o Pão de Deus. E não é que fiquei surpreso pelo resultado que esta farinha me proporcionou!! A farinha após amassada e levedada, resulta numa massa excelente que tanto serve para fazer pão de brioche, pão de leite ou pão de deus. Eis a pinta do resultado, ainda quentes:

Pao deus 2

Ficaram mesmo deliciosos e se pudéssemos tínhamos limpado os 17 sem esforço algum! Eis a receita com pequenas alterações mas apenas no modo do preparo:
235 ml água morna
500 g farinha Pão de Brioche da Nacional
2 ovos
100 g coco ralado
100 g açúcar

Preparação:
Colocar a água e depois a farinha na MFP, programa “Amassar” e esperar que termine. Quando terminar, retirar a massa para uma superfície enfarinhada e dividi-la em cerca de 16 bolas com o tamanho médio dum ovo grande. Coloquei depois as bolas num tabuleiro e deixei-as no forno a 50º por cerca de 45 minutos, até crescerem pelo menos o dobro.
Retirar as bolas do forno e pincelá-las com ovo batido. Fiz a cobertura misturando o coco ralado com o açúcar e o outro ovo batido, colocando-o depois sobre as bolas.
Voltam ao forno por cerca de 15 minutos a 200º e depois é só deliciarem-se com elas…

Pão de Deus 1

São servidos?

Categorias:Bolos, Pão Etiquetas:,

Pão de Leite de Coco

Nas ultimas duas semanas já fiz uns 4 pães quase iguais e desaparecem num ápice cá de casa. É fofo, parte-se facilmente até demais, muito macio e um sabor a coco quanto baste. Excelente para barrar um pouco de manteiga e fazê-lo deslizar pela goela abaixo…

Pao Coco

Ingredientes:
200 ml leite de coco
150 ml leite de vaca
1 colher sobremesa sal fino
50 g margarina derretida
3 colheres sopa açúcar amarelo
450 g farinha trigo
50 g coco ralado
1 colher sobremesa fermento seco

Preparação:
Colocar na cuba da MFP primeiro os ingredientes líquidos e depois os sólidos, programa básico, tostar forte. Eu optei pelo programa de “Amassar” e deixei-o crescer bem e só depois é que o meti a cozer quando me pareceu que a massa tinha levedado o suficiente…
Não esquecer a manteiga para quando ele ficar pronto 😉

São servidos?

Categorias:Pão Etiquetas:,

Pão Doce de Laranja e Amêndoas

Tentando variar optei desta vez por fazer um pão doce baseado numa receita do Manual de Receitas de Pão, e apesar de na foto desse manual o pão não estar muito grande, cresceu bem e ficou um autentico pitéu, digno de ser feito novamente. Eis o aspecto:

Pão Doce de Laranja e Amêndoa

Pão Doce de Laranja e Amêndoa I

A receita original:
1 chávena de leite a 21/28ºC (acho que usei leite a 18ºC, tsss, tsss)
1 ovo tamanho médio batido
4 colheres sopa manteiga derretida
5 colheres sopa açúcar em pó (usei açúcar amarelo)
1/2 colher de chá de sal
3 chávenas farinha trigo (usei 4 pois estava a massa muito líquida)
1 chávena amêndoas moídas (usei 1/2 moídas e 1/2 partidas)
raspa de 1 casca de laranja
1,5 colher chá de fermento seco

Preparação:
Líquidos primeiro, sólidos a seguir, programa básico, tostar médio.

O sabor é de laranja, nada sabe a amêndoa de modo que aconselho a aumentar a dose desse produto, fofo, saboroso e com elevada tendência a desaparecer em poucos minutos….

Desta vez não pergunto se são servidos pois o pão já … era!

Pão Doce de Laranja e Amêndoa III

Categorias:Pão Etiquetas:,

Pão Peppermint

Ao virem ler este post devem estar-se a perguntar que raio é um pão “peppermint”! Nada mais simples, um pão com um sabor a menta, tipo chocolate After-eight. O pão parece-se com um brioche, com uma ligeira cor esverdiada (o licor é esverdeado) e um leve sabor a menta.
Eis uma foto de como ele ficou antes de ser devorado:

Pão Peppermint I

Ingredientes:
100ml licor menta
10ml vodka
190ml água
2 colheres sopa leite em pó
2 colheres sopa azeite
3 colheres sopa açúcar amarelo
1 colher sobremesa sal
500g farinha trigo
2 colheres sobremesa fermento seco

Preparação:
Colocar todos os ingredientes na cuba da MFP pela ordem acima indicada, escolher o programa “Amassar” e deixe acabar. Caso não tenha crescido pelo menos para o triplo, deixe a massa na cuba mais algum tempo. A MFP manterá a temperatura de levedação mais algum tempo e a massa continuará a crescer. Quando tiver crescido o suficiente, selecione o programa “Cozer” e deixe terminar. Sirva-se quando arrefecer…

Pão Peppermint II

Servidos?

Categorias:Pão Etiquetas:,

Torta Doce de Amoras

Ando sempre a cozer pães ou bolos diferentes, poucos são os que não passam na nota e ficam na lista para serem repetidos, mas a vontade de fazer outros diferentes ultrapassa a vontade de repetir os já feitos.
Hoje lá optei por repetir um pão doce embora com algumas alterações e o resultado foi excelente:

Tôrta Doce de Amoras I

Tôrta Doce de Amoras II

Embora possa parecer ser difícil de o fazer e de ser trabalhoso, não o é! Antes pelo contrário e eis a receita:

Ingredientes:
200ml água
150ml leite magro
2 colheres sopa azeite
2 colheres sopa leite em pó
2 colheres sopa açúcar amarelo
1 colher sobremesa sal
1 colher sobremesa canela
500g farinha trigo
50g farinha Custard
2 colheres café fermento seco

Preparação:
Começa-se por colocar na cuba da MFP todos os ingredientes pela ordem acima descrita, escolher o programa “Amassar” ou equivalente. Após terminar o programa retira-se a massa da cuba e estende-se ela sobre uma superfície lisa previamente enfarinhada. Assim que estiver estendida, barra-se sobre ela um doce ao vosso gosto embora eu tenha optado pelo doce de amora. Enrola-se depois a massa de modo a torná-la um rolo cilíndrico. Corta-se o rolo em 5 ou 6 pedaços criando assim pequenas tortas e depositam-se na cuba da MFP meio desordenadas. Deixam-se lá quietinhas uma boa meia hora para crescerem e se misturarem umas com as outras e depois seleciona-se o programa “Cozer” e é só retirar após acabar o programa.

Eu tenho por hábito de dar um pouco de calor para que o crescimento seja mais rápido: se for para cozer no forno deixo-o com 50º e deixo lá a massa crescer meia hora; se for na MFP seleciono o programa “Cozer” uns 2 ou 3 minutos e depois desligo a MFP e deixo lá assim a massa a tal meia hora.

Eis a delícia com e sem flash mas com o mesmo sabor 🙂

Tôrta Doce de Amoras III

Tôrta Doce de Amoras IV

São servidos?? Respondam rápido ou acaba-se!

Categorias:Bolos Etiquetas:, ,

Pão de Centeio e Figos

03/01/2010 1 comentário

Tenho ainda alguma fartura em frutos secos, frutos cristalizados e tal como algumas farinhas, resolvi inventar qualquer coisa: um pão de centeio com frutos secos e kéfir. Eis o resultado:

Pão Centeio

Ingredientes:
120 ml iogurte kefir
200 ml água
2 colheres sopa açúcar
1 colher chá sal fino
400 g farinha trigo
100 g farinha centeio
1 embalagem fermento padeiro
5 figos secos
5 ameixas secas
1/2 dúzia nozes

Preparação:
Colocar todos os ingredientes na cuba da MFP, começando pelos líquidos e depois as farinhas mas tendo a atenção de que o fermento é misturado com as farinhas. Os frutos secos cortados em pedacinhos, serão adicionados à massa quando a MFP apitar. Escolher o programa básico, tostar médio, 750g.

Servidos?

Categorias:Pão Etiquetas:,

Bolo Rei da Nacional versus Bolo Rei à Minha Maneira

Bolo Rei é coisa que nunca tinha feito mas é bolo que deveras aprecio, como quase todos os outros… Com MFP a ajudar-me e o interesse pela culinária desperto, resolvi então debruçar-me sobre esta receita da Nacional mas ao lê-la percebi logo que conseguiria melhorá-la e personalizá-la ao nosso gosto. Mas acabei por fazer o Bolo Rei da receita original e hoje fiz o Bolo Rei à minha maneira e deixei umas fotos a compará-los para os leitores decidirem escolher o melhor. Ambos os bolos foram feitos com os mesmos tempos e programas! Quanto ao sabor é praticamente o mesmo mas o segundo da minha autoria é bem mais fofinho…

Agora quanto ao Bolo Rei da Nacional, eis os ingredientes:
1 embalagem de Farinha Branca de Neve para Pão de Brioche
2dl de água fria
100g de frutos secos (pinhões, nozes, amêndoas) em pedaços
50g de passas
Raspa de 1 laranja
2 colheres de sopa de vinho do Porto/Brandy ( usei 1 de cada)
Frutas cristalizadas, amêndoas peladas inteiras e nozes para decorar.
1 ovo para pincelar
Mel ou geleia para pincelar
Açúcar em pó para decorar

Preparação
Coloquei a água na cuba da máquina e juntei o conteúdo da embalagem. Seleccione o programa “Amassar” e depois de terminar o programa, adicionei os frutos secos, as passas, o vinho do Porto/Brandy e a raspa da laranja. Programei novamente “ Amassar” e deixei uns 15 minutos a MFP a trabalhar.
Quando terminou, retirei a massa da cuba para uma superfície enfarinhada ( um tapete de silicone sobre o tabuleiro de ir ao forno) e formei o Bolo-rei. Coloquei o Bolo-Rei no forno a 50º a levedar por uns 30 minutos. Pincelei o bolo com o ovo, decorei com frutos secos e cristalizados e enfeitei com montinhos de açúcar em pó.
Levei ao forno pré aquecido a 180ºC., por cerca de 30 a 35 minutos. Retirei do forno e volte a pincelar com mel.

Eis o resultado:

Bolo Rei Nacional

Bolo Rei Nacional

Meus amigos da Nacional, a vossa farinha de Pão Brioche pouco cresceu, mesmo após 70 minutos a levedar. Aumentou apenas uns 50%, muito pouco para o preço que ela tem! É certo que podia meter mais um pouco de fermento, deixar mais tempo a levedar mas isso seria aldrabar a receita…

Quanto à segunda receita, eis os ingredientes:
200ml leite morno
2 ovos
2 colheres sopa vinho do Porto e/ou Brandy
80g açúcar
50g margarina
raspa de 1 laranja
500g farinha trigo
2 colheres chá fermento seco
50g passas
100 g frutos secos (nozes, amêndoas e pinhões)
frutas cristalizadas
açúcar em pó para polvilhar
Mel ou geleia para polvilhar

Preparação:
Meti o leite, os ovos mexidos ( mas reservei um pouco para pincelar no fim), o vinho do porto e brandy 1920 🙂 a margarina, o açúcar, a raspa da laranja, a farinha e o fermento, na cuba da MFP e selecionei o programa “Amassar” tal como fiz na receita acima. Ao terminar, adicionei os frutos secos e as frutas cristalizadas, programei novamente “ Amassar” e deixei uns 15 minutos a MFP a trabalhar.
Quando terminou, retirei a massa da cuba para uma superfície enfarinhada ( um tapete de silicone sobre o tabuleiro de ir ao forno) e formei o Bolo Rei. Coloquei o Bolo Rei no forno a 50º a levedar por uns 30 minutos. Pincelei o bolo com o ovo, decorei com frutos secos e frutos cristalizados e enfeitei com montinhos de açúcar em pó (caso não me esquecesse…).
Levei ao forno pré aquecido a 180ºC., por cerca de 30 a 35 minutos. Retirei do forno e volte a pincelar com mel.
O resultado foi este e dá para ver que me esqueci do açúcar em pó 😦

Bolo Rei à Minha Maneira

Bolo Rei à Minha Maneira

O bolo ficou muito maior, bem mais fofinho, sabor quase idêntico e mais barato! Já estou encarregado de fazer outro para o dia 24 e a pastelaria onde costumava comprar o Bolo Rei todos os anos perdeu um cliente….

Servidos?

Categorias:Bolos Etiquetas:,