Arquivo

Posts Tagged ‘Bairrada’

Volúpia 2009 (Branco)

29/10/2010 2 comentários

Ainda sequência da visita que efectuei às Caves São Domingos em Anadia, adquiri também este Volúpia 2009, sendo que já anteriormente tinha provado o seu antecessor de 2008.

Região: Bairrada DOC

Castas: Sauvignon Blanc, Chardonnay e Maria Gomes.

Produtor: Caves do Solar de São Domingos

Preço: Entre 3€ a 5€.

Álcool: 13%

Rótulo: As castas Sauvignon Blanc, Chardonnay e Maria Gomes deram a este vinho um carácter sensual e delicioso. O estágio em depósito de aço mostra um vinho moderno e elegante, bastante rico a nível aromático, oferecendo grande prazer acompanhado de frutos do mar, com carnes brancas ou simplesmente em gozo de uma esplanada cheia de luz e de sol.

Notas de prova: Esta versão de 2009 é um pouco mais pobre comparativamente com a versão de 2008, não obstante continua a ser uma boa companhia. Aroma rico com sugestões de pêssego, na boca apresenta uma acidez refrescante e elegante.

Acompanha bem: peixes grelhados e carnes brancas. Servir a 8-10ºC.

Data de prova: 18.09.2010

Classificação Pessoal: 13,5

Categorias:Vinhos Etiquetas:, ,

São Domingos Garrafeira 2005 (Tinto)

24/10/2010 1 comentário

Na sequência da visita que efectuei às Caves São Domingos em Anadia, acabei por adquirir, por sugestão de Alexandrino Amorim, este São Domingos Garrafeira 2005 e em boa hora o fiz! Este vinho medalhado de ouro no concurso de vinhos da Bairrada de 2009, provou ser um vinho de excelente qualidade  e “guloso”.Lamento é o facto de apenas ter trazido 2 garrafas…

Região: Bairrada DOC

Castas: Baga, Tinta Roriz e Cabernet Sauvignon.

Produtor: Caves do Solar de São Domingos

Preço: Entre 5€ a 7€.

Álcool: 13,5%

Rótulo: Vinhas acompanhadas ao longo do ano e vindima feita no momento de maturação ideal permitiram que as uvas Baga, Tinta Roriz e Cabernet Sauvignon chegassem à adega em excelentes condições. Estagiou 6 meses em barricas de carvalho francês.

Notas de prova: De cor rubi opaco, no nariz apresenta um aroma a frutos vermelhos e um leve toque de especiarias. Na boca é suave e redondo, sendo o final agradável e frutado. Vinho “guloso”..

Acompanha bem: Pratos de carne vermelha grelhada e queijos. Servir a 16-18ºC.

Data de prova: 11.09.2010

Classificação Pessoal: 16

Categorias:Vinhos Etiquetas:, ,

Sarmentinho (Branco Adamado)

O Sarmentinho é uma excelente companhia nos petiscos de verão pela sua frescura tanto no aroma como no paladar. Ah… e para acompanhar o o leitão da Mealhada é um bela escolha também.

Região: Bairrada

Castas: Chardonnay e Moscatel.

Produtor: Casa de Sarmento

Preço: Entre 6€ a 9€.

Álcool: 12%

 

Rótulo: Vinho frisante gaseificado, produzido e engarrafado por casa de sarmento, Mealhada.

Notas de prova: De cor cítrica e tons dourados, no nariz é intenso, fresco e cítrico, com aromas florais. Na boca é levemente adocicado mas bem equilibrado por uma ligeira acidez. Final longo e refrescante.

Acompanha bem: Petiscos, pratos de peixe, carnes grelhadas e leitão. Servir a 8-10ºC.

Data de prova: 18.08.2010

Classificação Pessoal: 15,5

Categorias:Vinhos Etiquetas:, ,

Prova de Vinhos do Douro, Bairrada e Trás-Os-Montes

29/03/2010 1 comentário

No passado dia 20 de Março, numa nova parceira dos Blogs Sabores e PaladaresComer, Beber e Lazer, foi efectuada mais uma prova de vinhos conjunta na ViniPortugal. Apesar de agradados pela simpatia constante de quem apresentava e servia os vinhos, não deixámos de ficar um pouco desapontados pela limitada escolha disponível. Deste modo, das regiões presentes na prova, a nossa escolha recaiu sobre dois vinhos do Douro, e novamente sobre um vinho da Bairrada e de Trás-os-Montes.

A primeira prova foi efectuada ao Branco Terras do Salvante de 2008 (Trás-Os-Montes). Cor de um amarelo claro, aroma agradável e não muito intenso, mas com notas bem definidas de engaço de uva. Na boca é suave com uma leve acidez, apesar do final curto é muito agradável e equilibrado. Acompanha bem peixe grealhado. A nossa classificação: 16/20.

De seguida, um Tinto Ataide Semedo Reserva de 2008 (Bairrada). Cor rubi opaca mas límpida e um aroma intenso a frutos vermelhos. Na boca revelou-se algo adstringente, encorpado e com tâninos bem definidos, o final é agradável mas algo esbatido. Acompanha bem carnes vermelhas. Foi, sem dúvida, o vinho que mais desiludiu, tendo sido classificado com 13/20.

Seguiu-se um tinto, o Óbvio 2005 (Douro). Este vinho, de cor rubi com tons alaranjados, apresenta um aroma intenso e equilibrado, notando-se o aroma a fruto s v ermelhos e a especiarias. Na boca revelou ao inicio alguma adistringência, mas de curta duração, demonstrou também ser encorpado com um final de média duração. Uma boa escolha para acompanhar um bom queijo e que classificámos com: 14/20.

Por último, o Tinto Cistus 20067 (Douro). De cor rubi, apresenta um aroma doce e abaunilhado, alguns laivos também de frutos vermelhos. As expectativas criadas pelo aroma confirmaram-se na boca: Complexo, mas equilibrado com taninos suaves e muito agradável. O final não muito longo, mas sem duvida cativante. A nossa classificação: 16/20.

Para o mês que vêm há mais..

Categorias:Vinhos Etiquetas:, , ,

Prova de Vinhos da Bairrada e Trás-Os-Montes

18/03/2010 1 comentário
No passado dia 13 de Março os autores dos Blogs Sabores e PaladaresComer, Beber e Lazer, efectuaram uma prova de vinhos conjunta na ViniPortugal. Das regiões presentes na prova, a nossa escolha recaiu sobre três vinhos da Bairrada e um de Trás-os-Montes.
A primeira prova foi efectuada ao Tinto Reserva Quinta do Poço do Lobo de 2007 (Bairrada). Um vinho de cor rubi, com um aroma bastante frutado a frutos vermelhos e negros como a framboesa, a amora ou as bagas silvestres. De notar ainda um ligeiro toque a fumo. Na boca apresentou-se bem estruturado, com tâninos suaves e um final agradável embora não muito prolongado. A nossa classificação: 14/20.
De seguida, um Tinto São Domingos Reserva de 2004 (Bairrada). A cor rubi mais opaca que o anterior e um aroma que embora pouco intenso se revelou bastante interessante na nossa tentativa de descoberta do que para ali se podia sentir. Na boca revelou-se algo adstringente, com tâninos médios e com um final marcante, mas de pouca duração. A nossa classificação: 13/20.
Seguiu-se uma pausa e um lavar de boca para a prova seguinte. Um Branco. O Volúpia 2008(Bairrada). Este vinho, de cor amarela clara e cítrica, apresenta um aroma floral marcante com algumas notas de frutos tropicais, talvez abacaxi maduro. De acidez média, na boca é essencialmente citrino, mineral e bastante fresco. Uma boa escolha para um peixe grelhado e que classificámos com: 15/20.
Por último, o Tinto Encostas do Rabaçal Trincadeira 2006 (Trás-os-Montes). De cor rubi bastante mais opaca que os anteriores tintos observados apresenta um aroma forte a madeira, cogumelos e terra. Na boca uma verdadeira surpresa. Equilibrado, cheio, pouco adstringente e de tâninos suaves tendo um final deveras agradável e persistente. A surpresa do dia que classificámos com: 15/20.
Para a próxima há mais.
Categorias:Vinhos Etiquetas:, ,